2007-04-19

Ministério Público de Irecê desiste de acusação em Júri popular

O Ministério Público de Irecê desistiu ontem, dia 18 de Abril, da acusação que impôs contra Evandro Moreira, filho de Espedido Moreira e Noélia Moreira, durante o Júri Popular.

Evandro era acusado da morte do promotor Carlos Elói, uma pessoa bastante querida em Irecê, amigo de todos, que a sociedade ireceense jamais esquecerá. A morte de Elói causou comoção popular.

Apesar de não existir provas concretas contra o acusado, ele ficou 2 anos e 8 meses preso, acusado por homicídio duplamente qualificado. Ontem, o Ministério Público que o acusou reconheceu o erro, trazendo alívio para os cinco anos de sofrimento dos pais e amigos.

Agora resta a família entrar na justiça contra o Estado, exigindo indenização por danos morais e materiais. Afinal, Espedito Moreira perdeu grande parte do seu patrimônio e nada mais justo do que receber a devolução.

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget