2007-11-05

Empreendedores de Irecê - Dr. José Domingos - Médico (IV)

O pioneiro na psiquiatria em Irecê

Ainda no quinto ano de Medicina, José Domingos começou o treinamento que acabaria ajudando-o a escolher o tipo de especialidade médica que queria seguir.
Inicialmente as coisas ficaram um pouco complicadas, pois não gostava nem um pouco da área cirúrgica, a qual achava muito “estressante”.

Trabalhava no posto médico Dr. Francisco Cardoso, juntamente com o Dr. José Humberto, de Xique-Xique, que era chefe do plantão, e Dr. Genário, ex-prefeito de Central. O posto ficava no IAPI e era ligado a maternidade Ticila Balbino, em Salvador.

Da esquerda: Dr. Pedro (Pepê), Dr. Vilmar, Carolina,
Dr. Fernando, Dr. Renato e Dr. José Domingos.


Sempre que chegava uma mulher em trabalho de parto, necessitando de cesariana, eles o encaminhavam para a Ticila Balbino, mas, certa vez, durante o treinamento, teve que acompanhar uma cesariana e achou muito feio. Disse para si mesmo: “Não dá, eu tenho que fazer só clínica”.

Depois desta experiência, José Domingos foi para a área de ortopedia, onde estagiou com os ortopedistas do Pronto Socorro Getúlio Vargas, em Salvador. Ali também sentiu um certo mal-estar, principalmente quando havia a necessidade de intervenção cirúrgica no paciente.
Bastante preocupado com isso, procurou os seus professores. Falou com eles da grande dificuldade que sentia em lidar com a área cirúrgica e o seu desejo de se dedicar somente à clínica médica. E o seu professor, Dr. Gessé Acioly, que foi clínico geral em Salvador, durante muitos anos, e depois se mudou para a Espanha, ficando três anos lá, fazendo curso de Treinamento Autógeno, um ramo da psicanálise, disse-lhe: “Olha, meu filho, 80% da clínica médica é psiquiatria e se você não conhecer a psiquiatria, você não vai ser um bom clínico”.

Outro médico, Dr. Gilberto Rebouças, que passou dez anos de especialização nos Estados Unidos, e se tornou um renomado gastroenterologista, em Salvador, disse-lhe: “Setenta e cinco por cento da clínica médica é psiquiatria, se você não conhecer a psiquiatria você não vai ser um bom clínico”.

E assim, depois de vários anos estudando em Salvador, José Domingos recebeu, em agosto de 1976, um dos maiores troféus de sua vida: o diploma de médico.
Com o valioso diploma em mãos, poderia exercer sua profissão em qualquer grande cidade da Bahia, ou até mesmo permanecer na capital. Seu maior desejo, no entanto, era retornar para Uibaí, sua terra natal, ficando próximo de sua família.

Doutor José Domingos foi o primeiro médico de Uibaí que voltou para sua terra natal. Dr. Genário, que é primo carnal da sua mãe, se formou seis meses antes, mas foi trabalhar na região de Barreiras.

Médico formado, especializado em Psiquiatria, voltou para Uibaí e começou a exercer a profissão de psiquiatra, sendo o primeiro da região.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
(Fonte: livros do escritor Jackson Rubem: Irecê: História Casos e Lendas; Irecê, Um Pedaço Histórico da Bahia; Irecê, A Saga dos Imigrantes) e Brasileiros Pré-Cabralianos (Brazilians Before Cabral), publicado em Inglês e Português.

3 comentários:

veroca2008 disse...

Sempre acreditei nesse dizer-A história não se de dá em percurso linear, mas em pequenos desvios de percursos (MORIN, Edgar, 2006) Como foi surpreendente ler sobre essas pessoas que um dia na minha vida de adolescente tiveram uma marca significativa na minha história de vida. Parabéns a elas e a quem criou esse blog.
Quem quiser me conhecer um pouco leiam nesse link - http://veroca2008.blogspot.com

veroca2008 disse...

Corrigindo o nome do meu blog, http://veroca2003.blogspot.com
nele está minhas memorias de vida
bjs
vera vasconcelos

veroca2008 disse...

Parabens pelo blog, leio sempre

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget