2008-01-28

A história da família Cambui em Irecê - Parte II

Continuação da Parte I

Só depois de horas e horas de conselhos, por parte de outros senhores, a situação foi resolvida, sem sangue.

Como naquela época trocava-se de nome como troca-se de roupa hoje em dia, o que era Souza Pereira passou a ser chamado de Souza Cambuí.

A família Cambuí, ao lado da Dourado, é um marco na história de Irecê.

Em homenagem a Tertuliano Cambuí, uma das principais avenidas de Irecê ganhou este nome.

Tertuliano Cambuí era um homem muito rico. Possuía centenas de hectares de terras, gado, ouro e outros bens e veio colaborar com o desenvolvimento de Irecê, que na época se chamava Caraíbas.

Foi o fundador da primeira capela de Caraíbas, atual Irecê. Além disso foi o doador da imagem do São Domingos, que na época possuía uma coroa de ouro e uma bengala de ouro, mas a imagem rica foi trocada por uma pobre e alguém ficou com os objetos do "santo padroeiro".

A capela ficava em um dos quartos de sua casa, na Av. Tertuliano Cambui, reservada para o São Domingos. Havia um barulhento sino.

Além da contribuição para a história da religião em Irecê, Tertuliano Cambui contribuiu também com a história da educação:

Trouxe o primeiro professor particular para Caraíbas.

Ele teve os filhos:

  1. Marcionilio de Souza Cambuí

  2. João Souza Cambui

  3. Antonio de Souza Cambui

  4. Melquíades Souza Cambui

  5. Isabel Cambui Alves

  6. Maria Cambuí Teodoro

  7. Alexandrina Cambui

  8. Marinho Cambui

  9. Florentina Cambui.
Há poucos anos faleceu um cidadão exemplar da família Cambui, o qual foi prefeito e deputado estadual. Chamava-se Antônio Cambui Primo.
irece.org - Antonio Cambui Primo

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget