2008-02-20

Estado da Bahia retoma a produção pública de medicamentos

A Bahia poderá retomar a produção pública de medicamentos já no mês de agosto deste ano. O anúncio foi feito pelo secretário da Saúde, Jorge Solla, na abertura do Seminário A Nova Bahiafarma: Desafios e Perspectivas, hoje (19), no auditório da Secretaria de Infra-Estrutura. O evento reuniu representantes do Ministério da Saúde, de Farmanguinhos (laboratório da Fiocruz), de universidades (UFBa, uefs, UFRJ) e das secretarias de Ciência e Tecnologia e Indústria, Comércio e Mineração.

“Com a desativação da Bahiafarma, em 1999, nossa capacidade técnica para a produção de medicamentos foi, em parte, perdida. Muitos participantes do projeto foram contribuir com sua experiência em outras áreas. Agora, tivemos que começar do zero, mas avançamos tanto no projeto que eu já pedi agenda ao ministro José Gomes Temporão para agosto. Inicialmente, como temos um prazo mais curto, podemos começar com uma produção mais modesta, mas que vai ser o ponto de partida. E que a Nova Bahiafarma seja um instrumento do SUS, a serviço das secretarias municipais de Saúde”, anunciou Jorge Solla.

Questões de cronograma, capacitação de recursos humanos e aspectos jurídicos já estão sendo vistas, segundo o secretário. Uma dessas questões diz respeito à gestão da Bahiafarma, que deverá ser no modelo da Fundação Estatal.
Em 2007, aponta o secretário Jorge Solla, a assistência farmacêutica, na Bahia, deu um salto de qualidade com relação ao ano de 2006. Naquele ano, o governo estadual investiu, em recursos próprios, somente R$ 4.418,00. Em 2007, esse investimento passou para 13.287.640,00, somente em medicamentos básicos. Para 2008, a previsão é de R$ 21 milhões.

Em medicamentos de dispensação excepcional (alto custo), com ressarcimento financeiro do Ministério da Saúde, a Bahia pulou do 10º lugar que ocupava, entre os estados do Norte e Nordeste, para o 2º lugar, perdendo apenas para o Ceará. “Zeramos as filas de hepatite, artrite reumatóide e esclerose múltipla”, informou o diretor de Assistência Farmacêutica da Sesab, Lindemberg Costa.

Sas/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget