2008-03-10

Castram animais na Península de Itapagipe para reduzir zoonoses

Quinze cães abandonados no bairro da Ribeira, em Salvador, foram recolhidos na manhã de hoje (10), para serem submetidos à castração e vacinação. A iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado (Semarh), em parceria com a Associação Brasileira Terra Verde Viva, pretende estender a ação a 400 animais, entre cães e gatos, até 15 de abril. A medida é para evitar a reprodução descontrolada, diminuir a densidade de animais e reduzir a incidência de zoonoses, nas vias públicas da cidade.

Segundo a coordenadora da associação, Jussara Freire, diariamente serão recolhidos 15 animais na região da Península Itapagipana. A cidade baixa foi escolhida para desenvolver a ação por concentrar um grande número de animais abandonados nas ruas e estar próxima às praias. Paralelo à ação, está sendo promovida a conscientização e sensibilização da comunidade local, estimulando a adoção de animais.

Depois do recolhimento, os animais são levados pela associação para uma clínica, onde passam por uma triagem, para avaliação geral do animal, além de recolhimento do sangue para exames. Na etapa seguinte o animal é encaminhado ao centro cirúrgico para castração. O procedimento também reduz as chances de desenvolvimento de tumores nos testículos, ovários, mamas e infecções nos órgãos reprodutivos.

Todos os cães recolhidos pela associação vão receber uma identificação na orelha, em formato de tatuagem. A idéia é compor um banco de dados, com todas as informações técnicas e cirúrgicas de procedimentos realizados no animal.

A Associação Brasileira Terra Verde Viva coordena adoção de cães e desenvolve atividades, com o objetivo de diminuir a taxa de natalidade por esterilização em massa, de combater aos maus-tratos, além de conscientizar a população sobre os direitos dos animais. Existem aproximadamente 100 cães nas nossas casas de passagem. Todos são vacinados, higienizados, vermifugados e esterilizados. Os interessados em adotar um animal podem entrar em contato pelo telefone (71) 3266.0036, ou enviar e-mail para terraverdeviva@yahoo.com.br


Mas/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget