2008-04-04

Chapada Diamantina,Bahia - Ipac finaliza oficina de preservação patrimonial

Até amanhã (4) servidores municipais, professores e diretores de escolas, estudantes, artistas, líderes comunitários, culturais e religiosos da região da Chapada Diamantina participam de oficinas e cursos de educação patrimonial. As atividades, que acontecem na cidade de Andaraí, estão sendo promovidas pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), autarquia da secretaria estadual de Cultura (Secult), desde a última segunda-feira (31).

Para ministrar os cursos, com duração de 40 horas, o Ipac enviou equipe integrada por sociólogos, arquitetos e educadores. O curso tem por finalidade fazer com que os participantes sejam agentes disciplinadores na defesa da preservação do patrimônio cultural, tangível e intangível, existente nas cidades da região.

O Ipac já promoveu cursos semelhantes em Ituberá e até o final deste semestre estará em Caetité e em Jacobina. Além de oficinas e cursos o Ipac também lançou no ano passado a Cartilha Salvaguarda de Bens Culturais da Bahia, promove visitas técnicas, reuniões e encontros regionais.

Até o final deste mês. o Ipac realiza em Lençóis, uma das mais visitadas cidades da Chapada Diamantina, o Fórum de Patrimônio Material da Bahia, que estará congregando diversas prefeituras para discutir sobre a temática, propor mapeamento e plano de manejo cultural para o Estado da Bahia.

Cas/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget