2008-04-29

Escolas estaduais da Bahia entram na luta contra a dengue

As escolas da rede estadual iniciam, nesta terça-feira (29), uma maratona de atividades no combate a dengue, com os estudantes do Colégio Estadual Polivalente do Cabula realizando uma panfletagem no bairro alertando a comunidade para a necessidade de se prevenir contra doença.

Com o slogan “Todos contra a Dengue: o que eu e a escola podemos fazer?”, as ações no âmbito da SEC prosseguem, na quarta-feira (30), com passeatas organizadas pelas 33 Diretorias Regionais de Educação (Direc) e escolas em diversas cidades do interior.

Em Salvador, está prevista uma passeata pelas ruas do centro da cidade, saindo às 9h, do Campo Grande em direção à Praça da Sé, com a participação de alunos, professores, diretores e funcionários das escolas e da SEC. A caminhada será animada pelas fanfarras dos colégios Duque de Caxias, do Raphael Serravalle e outras manifestações artísticas dos colégios Rubem Dário, Polivalente do Cabula, Manoel Novaes, Aplicação, Escola Parque, dentre outras.

Também estão previstas passeatas em outros bairros da capital. Em Mussurunga, os alunos dos Colégios Estaduais Raul Sá, Padre Palmeira e Dirlene Mendonça percorrerão as ruas do bairro saindo de suas respectivas escolas em direção a Praça da “Santinha”, localizada na 2ª rotatória de Mussurunga I.

Nesta terça-feira, os alunos do Colégio Estadual Polivalente do Cabula farão panfletagem às 10h20 e 16h40, na porta da escola. Caracterizados de mosquito, com nariz e antenas, os estudantes vão distribuir panfletos e cantar uma paródia criada por eles mesmos. A ação também se repetirá no interior da unidade, onde serão distribuídos cartazes alertando os alunos para a importância da prevenção. A paródia também será veiculada diariamente na Rádio Polivalente, principal veículo de comunicação do colégio, que atende a 1.840 alunos, distribuídos nos três turnos.

Além de ações diretas das Direc e escolas da rede estadual, a proposta da secretaria é mobilizar estabelecimentos particulares e municipais, além de entidades civis para a campanha, que vai contar com cinco modalidades de ações, no âmbito da educação: passeata, faxinaço, conteúdos pedagógicos sobre a dengue, distribuição de material educativo e exposição de tudo o que foi produzido no período de atividades.

No dia 30 de maio acontecerá a exposição “O que faço para combater a Dengue”, apresentando os trabalhos produzidos pelas escolas durante o período de 30 deste mês a 30 de maio, com objetivo de divulgar e sensibilizar a comunidade para a importância de continuar o combate a dengue.

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget