2008-05-23

Censo Escolar 2008 será realizado em todas as escolas do Brasil

Acesso mais rápido aos relatórios de acompanhamento e geração automática da senha do digitador são algumas das mudanças do Censo Escolar 2008, que deve ser realizado de 28 deste mês a 20 de setembro em todas as escolas do país. O maior avanço, porém, está na possibilidade de atualização da base de 2007, que não será descartada, como acontecia em outros anos.

Essas e outras informações foram repassadas no dia(20), durante o 1º Encontro do Censo Escolar 2008/Bahia, realizado pela Secretaria Estadual da Educação (SEC), no Hotel Vila Mar.

A inclusão de dados do professor é a mais nova exigência do Ministério da Educação para o Censo Escolar 2008, que pretende com isso conhecer o universo de docentes no país.

Para o coordenador de Acompanhamento, Avaliação e Informações Educacionais da SEC, Marcos Pinho, o governo precisa saber o tamanho desse quantitativo para planejar o orçamento já com o novo piso do profissional da educação, que deve ser implementado até 2010. Antes o sistema admitia poucas informações sobre o professor. Agora será obrigatório o preenchimento de todos os dados referentes ao docente, desde o nome à formação e instituição em que concluiu o ensino superior.

A importância de se fazer o censo também foi reforçada no encontro. “A escola que não faz o censo não recebe recursos do governo federal. E algumas dessas verbas atendem diretamente ao aluno, como é o caso da merenda e do transporte escolar. O treinamento vai apresentar as novas variáveis que devem ser completadas”, disse Pinho.

Importância

Atenta às novidades deste ano, a digitadora Itamar dos Santos, de Ibotirama, espera que este ano sejam oferecidas melhores condições para a realização do trabalho, “uma vez que em municípios menores ainda há alguma dificuldade de compreensão da importância do censo”.

Para o coordenador, compreender a importância do censo é o primeiro passo para o aperfeiçoamento do trabalho. “Todas as políticas públicas de educação são pautadas pelo censo”, declarou. Ele acredita que sem o conhecimento do quantitativo de pessoal que compõe cada escola não se sabe quanto deve ser investido.


eas/om

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget