2008-05-28

Edital de Concorrência para construção de 6.150 cisternas na Bahia

O Edital de Concorrência, tipo menor preço, para a construção de 6.150 cisternas domiciliares de argamassa e tela galvanizada, distribuída em cinco lotes, estará disponível, a partir de terça-feira (27), no portal do Governo do Estado (www.ba.gov.br/comprasnet). A Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), fará a abertura das propostas no dia 26 de junho, às 10h. Serão beneficiadas 262 comunidades em 127 municípios. As obras integram as ações do Programa Água para Todos.

O programa prevÊ a implantação de 100 mil cisternas, 1.800 poços tubulares e 1,5 mil sistemas simplificados de abastecimento de água, priorizando as áreas do semi-árido baiano, Bacia do São Francisco e seus principais núcleos urbanos e rurais.

Serão beneficiadas as populações ribeirinhas, os núcleos próximos aos equipamentos hídricos, as pessoas atendidas pelo Programa Bolsa Família, os residentes nas periferias das grandes cidades, nas áreas de reforma agrária, comunidades indígenas, remanescentes de quilombos, reservas extrativistas e ainda os locais que enfrentam risco de desabastecimento.

Mais de R$ 2,1 bilhões serão investidos pelo Governo do Estado para aumentar a oferta de água de qualidade e ampliar os serviços de esgotamento sanitário, com o programa Água para Todos. Entre 2007 e 2010, o programa vai atender 1,25 milhão de baianos, 950 mil na área rural e 300 mil na área urbana. Isso significa que a cobertura da zona rural passará de 30,8% para 51,2%. No mesmo período, o crescimento da cobertura de abastecimento da área urbana vai saltar de 94,3% para 98%. Em termos de esgotamento sanitário serão atendidos 2,3 milhões de pessoas.

Do total de recursos, cerca de R$ 980 milhões serão investidos em abastecimento de água, R$ 752 milhões destinados ao esgotamento sanitário, R$ 368 milhões para saneamento integrado e R$ 6 milhões para meio ambiente e projetos socioeconômicos. Os recursos são oriundos de fontes internacionais, federal e estadual.

O primeiro eixo do programa consiste na perfuração e operação de poços, construção de cisternas para captação de água de chuva, construção e operação de barragens, implantação, ampliação e melhoria de sistemas de abastecimento de água. O segundo, é conduzido por outras três linhas de ação: esgotamento sanitário, saneamento integrado e meio ambiente.


Oas/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Teste sua Memória