2008-05-28

Festa Junina desperta discussão sobre fabricação ilegal de fogos de artifício

Com a proximidade das festas juninas e o aumento da produção de fogos de artifício, o Grupo de Trabalho Políticas Públicas para Santo Antônio de Jesus realiza reunião nesta quarta-feira (28), no auditório da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH).

A equipe pretende discutir ações de prevenção à fabricação e ao comércio ilegal de fogos, bem como oferecer alternativas de emprego e renda para a população do município, onde há nove anos houve uma explosão vitimando 64 pessoas em uma fábrica clandestina.

Integrante do grupo, a SJCDH irá encabeçar uma campanha preventiva e educativa na região, a fim de conscientizar a comunidade local sobre os riscos do fabrico ilegal de fogos. Associado a esse trabalho, outras secretarias implementam ações na região, como o apoio à Economia Solidária e intermediação de mão-de-obra (Setre), priorização do Projeto Todos pela Alfabetização (Sec), elaboração e regulamento/normas de comercialização (Sicm), promoção de eventos de capacitação em segurança do trabalho (Sedes) e implantação de Centro Digital de Cidadania (Secti).

O GT segue as propostas levantadas no I Seminário Regional de Alternativas Seguras à Produção de Fogos, realizado no último dia 13 em Santo Antônio de Jesus. No evento foram debatidas questões como riscos de explosão nas áreas de produção de fogos, noções básicas de prevenção de incêndio e qual a situação real da região no que diz respeito ao comércio de venda de fogos.

Jas/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget