2008-05-11

Governo da Bahia vai capacitar técnicos para atuar com guanandi

Governo da Bahia vai capacitar técnicos para atuar com guanandi
O 1º Encontro de Nivelamento e Capacitação da equipe técnica do Programa Agricultor Florestal, que acontecerá de 13 a 16 deste mês, no Parque Estadual da Serra do Conduru, em Uruçuca, no sul da Bahia, vai capacitar os técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), para atuar com o guanandi (Calophyllum brasiliense), espécie nativa da Mata Atlântica incorporada ao Programa Agricultor Florestal.

O programa foi implantado pela Semarh, em parceria com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), para incentivar a recomposição florestal e a utilização racional dos recursos florestais, permitindo o uso sustentável e reduzindo a supressão da floresta nativa.

O encontro pretende nivelar o conhecimento dos técnicos para ampliar e melhorar a assistência dada aos agricultores familiares inseridos no programa. O engenheiro florestal Alessandro Boccia Ribeiro vai transmitir experiências com o manejo do quanandi em outros estados do país. Durante o evento haverá ainda a demonstração dos trabalhos realizados nos municípios baianos de Eunápolis, Jequié e Wenceslau Guimarães.

De acordo com o coordenador de Áreas Florestais da Semarh, Nello Cariola, a capacitação sobre a cultura do guanandi servirá para aumentar o potencial econômico dos agricultores, além de “incentivar o reflorestamento de uma planta originária da Mata Atlântica”, afirma.

O guanandi, por ser originário do Brasil, se adapta bem a todas as regiões do país. É resistente a pragas, possui a característica de não apodrecer em contato com a água e sua madeira tem melhor qualidade, comparada ao eucalipto, tornando-se mais viável economicamente, oferecendo também mais vantagens para o meio ambiente e a biodiversidade.

mas/is

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget