2008-05-15

Água potável chega ao povoado de Variante II do Território de Irecê

No município de São Gabriel, mais especificamente no povoado de Variante II, a 24 quilômetros de Irecê, o senhor Francisco tange seu pequeno rebanho de ovelhas e carneiros. “Com a água que passou a cair aqui, os bichos comem mais e se reproduzem. Já até vendi animal para comprar semente e arar a terra pra plantar milho e mamona”, explica o pequeno agricultor, se referindo à inclusão dos povoados de Variante I e II na rede de distribuição do sistema de abastecimento de água de Irecê, apenas 28 dias depois da promessa do governador Jaques Wagner, em outubro do ano passado.

Wagner voltou ao povoado na quinta-feira (15) para ver de perto o resultado de sua promessa, já que as localidades tinham ficado de fora da obra em 2007 por falta de tempo hábil para implantação dos hidrômetros, reservatórios e redes de distribuição.

“Eu disse que quando ficasse pronto, eu viria inaugurar e aqui estou. Só não vim antes, por falta de tempo”, falou Wagner para as mais de 200 pessoas que se aglomeraram na região central do povoado. Entre elas, duas mulheres, duas sertanejas que o governador fez questão que subissem ao palanque ali instalado: dona Iraci Gomes, de 74 anos e dona Severina Pereira, de 68. Ambas fizeram parte do grupo que protestou e foi atendido pessoalmente pelo governador no ano passado.

“Ele cumpriu o que disse e bem rapidinho. Agora temos água para lavar o rosto e beber um café quando amanhece o dia”, afirmou emocionada dona Severina.

Para entender o motivo da exclusão havida, é preciso voltar ao ano de 2005, quando a construtora MRM ganhou a licitação do governo para construir a adutora (tubulação principal) de 35 quilômetros que levaria água da sede de São Gabriel até Gameleira e mais seis povoados. Na execução da obra, faltaram recursos e a água só chegou aos povoados em 2007, portanto no atual governo, por iniciativa da Unidade de Negócios da Embasa de Irecê.

“Fizemos ligações domiciliares e construímos reservatórios e estações elevatórias de forma emergencial, o que deu para amenizar a situação, com abastecimento dos povoados em 4 dos 7 dias da semana”, explica o gerente da Unidade, Raimundo Neto. A solução definitiva, segundo a Embasa, com ampliação e novas melhorias do atual sistema para iniciar o abastecimento diário em Variante I e I ocorrerá até junho.

“O contrato antigo foi extinto, a obra foi relicitada e já está iniciada pela construtora Franco Araújo”, conclui o gerente da Unidade de Irecê, que é responsável pelo abastecimento de 22 municípios e 194 localidades, isto significa oferecer água para 270 mil habitantes.

Além da ampliação em Variante I e II, essa nova obra beneficiará mais 200 famílias de outras 3 localidades: Várzea das Pedras, Lagoa Nova e Lagoinha. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Afonso Florence, o compromisso do Programa Água para Todos é ofertar água de qualidade aos milhões de baianos que sofrem com o desabastecimento, principalmente os da zona rural.


Gmml/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget