2008-05-18

Pesquisa da Bahia receberá R$ 600.000 para projetos, segundo edital

Representantes de instituições de ensino superior, pesquisa ou de caráter científico-tecnológico, além de dirigentes de organizações do Terceiro Setor e diretores de escolas da rede pública ou de consórcio público-privado podem concorrer aos R$ 600 mil do Edital de Popularização da Ciência e Tecnologia, lançado, esta semana, pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).

Desenvolvido em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti) e a Secretaria de Educação (SEC), o Edital tem como objetivo apoiar propostas que promovam a melhoria da qualidade do ensino das ciências, estimulem jovens para carreiras científicas e tecnológicas, e agucem sua curiosidade, criatividade e capacidade de inovação.

“É importante que os projetos tenham em vista o uso da ciência e da tecnologia em favor da inclusão social e da redução das desigualdades”, afirma o diretor científico da Fapesb, Robert Verhine.

Uma das formas de incentivar a popularização da Ciência e Tecnologia (C&T) está no apoio financeiro a eventos que acontecerão durante a Semana Nacional de C&T, que será realizada entre os dias 20 e 26 de outubro de 2008, com o tema “Evolução e Diversidade”.

Nesse período, em todo o país, serão debatidos assuntos como a evolução da vida, a seleção natural, a evolução social e as diversidades biológica, ambiental, étnica e cultural. A escolha do tema é uma homenagem aos 150 anos da publicação da teoria da seleção natural do naturalista inglês Charles Darwin.

Além de financiar os eventos que serão realizados em outubro, o Edital dispõe de recursos para apoiar propostas que podem ser executadas no período de até dois anos. O apoio a projetos dessa natureza inclui a concessão de bolsas em três modalidades: Iniciação Científica Júnior, para alunos do ensino médio de escolas públicas; Iniciação Científica (graduação); Iniciação em Extensão) para alunos de graduação ou profissionais técnicos de nível médio formados há, no máximo, dois anos; e Professor Investigador (professores com vínculo empregatício em escolas públicas).

Em 2007, o Edital apoiou a realização de 39 eventos gratuitos, que proporcionaram à população a oportunidade de conhecer a importância do papel da ciência na vida cotidiana. “Estamos dando uma atenção especial às atividades realizadas no interior. Essa postura se insere numa política maior do governo de focar no desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia em todo o estado, não ficando restrito à capital”, disse o secretário Ildes Ferreira. Como resultado dessa política, aproximadamente, 70% dos projetos apoiados foram do interior.

Para concorrer no Edital, os interessados devem enviar suas propostas para a Fapesb, por Correio, com data de postagem até 9 de julho. Informações detalhadas sobre prazos, condições de elegibilidade e preenchimento de formulário on-line, podem ser obtidas no portal da Fapesb (www.fapesb.ba.gov.br).

xas/is

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget