2008-06-20

Cerb se destaca na abertura de poços tubulares e sistemas de abastecimento

Dentro do Programa Água para Todos, a Companhia de Engenharia Rural (Cerb), vinculada à Secretaria de Meio Ambiente, se destaca por sua atuação em 231 municípios, sendo 166 do semi-árido. A empresa perfurou 435 poços tubulares, até o dia 10 de junho deste ano, e implantou, ampliou e recuperou 228 sistemas de abastecimento de água, atendendo cerca de 100 mil pessoas.

Como parte do programa, que é proporcionar o atendimento ao direito humano fundamental de acesso à água, outros 175 sistemas de abastecimento encontram-se em fase execução e mais 120 vão ser iniciados ainda este ano. Para isso, o governo já autorizou a elaboração dos projetos de sistemas integrados de abastecimento de água em diversos municípios.

O primeiro eixo de ação do Água para Todos consiste na perfuração de poços tubulares. Além da perfuração de 420 poços, a Cerb recuperou outros 88, que estavam abandonados, e fez o teste de bombeamento em outros 117, que foram perfurados pela Codevasf e Dnocs e serão aproveitados para atender às comunidades da zona rural.

A empresa também é responsável pelo desenvolvimento e orientação técnica dos projetos de ampliação dos sistemas de abastecimento. Foram elaborados 154 convênios com prefeituras municipais e 30 associações comunitárias no valor de R$ 1, 8 milhão para o fornecimento de 338 quilômetros de tubulação, atendendo a cerca de 70 mil pessoas.

Dentro da estratégia de desenvolvimento prevista pelo Governo da Bahia, há uma série de ações distribuídas em diversas metas a serem alcançadas a médio prazo, separadas por áreas de atuação.

Inclusão social

A Cerb tem um papel importante como coordenadora executiva do Comitê Gestor do Água para Todos, responsável pelo monitoramento, avaliação e difusão dos resultados do programa, tendo em vista que as ações estão sendo executadas por diversos órgãos do Estado da Bahia.

Na área de saneamento, por exemplo, a companhia construiu seis sistemas de esgotamento sanitário para atender 6.800 pessoas, sendo investidos em torno de R$ 5 milhões. De acordo com o presidente da empresa, Cícero Monteiro, o governo está implementando um conjunto de intervenções integradas, articulando o abastecimento de água com outras ações de saneamento básico.

Na linha de ações de melhorias de sistemas de esgotamento sanitário, mais de quatro mil pessoas foram beneficiadas com a implantação de melhorias sanitárias domiciliares quando foram investidos R$ 2,4 milhões, representando uma significativa contribuição para a diminuição das altas taxas de mortalidade por doenças de veiculação hídrica no semi-árido baiano. Outras 648 melhorias sanitárias estão sendo implantadas na zona rural que vão atender 6.852 habitantes.

O Programa Água para Todos, lançado em agosto do ano passado, tem como meta principal garantir o abastecimento de água de qualidade para mais de 1,25 milhão de baianos, especialmente no semi-árido. Muito mais do que abastecimento de água, o programa representa inclusão social de todos os baianos que vivem abaixo do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Todas iniciativas do governo estão articuladas a diversas ações de sustentabilidade ambiental. O objetivo é ampliar, com vista à universalização, o acesso à água, por meio de sistemas de abastecimento de água, barragens, cisternas e poços.


mas/is

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget