2008-06-27

Editoras universitárias mais valorizadas com medidas adotadas pela Fapesb

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) adotou nova política de valorização das editoras universitárias baianas. No início do mês de junho, a instituição divulgou edital com novas regras de incentivo a publicações científicas e tecnológicas no estado.

De acordo com o edital, a Fapesb reserva um montante de R$ 250 mil para apoio de publicações científicas ou tecnológicas, neste ano, e prevê o financiamento de edição de livros e publicações diversas (como monografias ou coletâneas). Estão aptas a receber projetos as editoras da UNEB, Ufba, Uesb e Uesc.

O novo edital determina um novo procedimento que garante maior autonomia para as editoras. Se antes o pedido de publicação podia ser enviado diretamente do autor à fundação, que apoiava as obras sem o intermédio de editoras, agora a solicitação deve ser enviada para o Conselho Editorial de uma das editoras, com sede na Bahia, filiadas à Associação Brasileira das Editoras Universitárias (Abeu).

Esta, por sua vez, encaminha especialistas da área para uma análise sobre o trabalho a ser publicado. Caso o parecer seja favorável, um comitê técnico da Fapesb fica responsável pelos trâmites finais.


Eas/al

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget