2008-06-04

Inscrições para Conferência de Comunicação já somam 600

As plenárias regionais que vão anteceder a 1ª Conferência de Comunicação Social da Bahia já contabilizam 600 pessoas inscritas em todo o estado. O número é expressivo, já que as inscrições foram abertas há menos de uma semana. “A boa resposta do público superou as nossas expectativas”, comenta Edson Valadares, coordenador de Relações Sociais da Assessoria Geral de Comunicação do Governo (Agecom), uma das entidades que integram o Grupo de Trabalho que organiza o evento.

A procura por inscrições tende a se acirrar ainda mais a partir de agora, com uma distribuição mais intensa do material de divulgação (folhetos explicativos e cartazes) e anúncios em emissoras de rádio. O público tem, sobretudo, acessado a internet para fazer a inscrição, no portal do Governo do Estado – www.comunicacao.ba.gov.br, onde está disponível toda a programação do evento e das plenárias.

As plenárias territoriais vão acontecer nas cidades pólo dos oito territórios de identidade do estado da Bahia – Eunápolis (07/06), Ilhéus/Itabuna (08/06), Vitória da Conquista (14/06), Barreiras (05/07), Irecê (12/07), Juazeiro (19/07), Salvador (26/07) e Feira de Santana (27/07). Ao se inscrever, o participante escolhe um dos quatro eixos temáticos de discussão: comunicação e desenvolvimento territorial, políticas públicas de comunicação, comunicação e educação ou cidadania e novas tecnologias.

Além da internet, as inscrições podem ser feitas nos locais onde ocorrerão as plenárias regionais: colégios Modelo de Eunápolis e Juazeiro, Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) em Ilhéus, Universidade do Sudoeste da Bahia (Uesb) em Vitória da Conquista, Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) em Feira, e nos campi da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) em Barreiras, Irecê e Salvador.

Na conferência propriamente dita, que acontece entre os dias 14 e 16 de agosto em Salvador (Hotel Bahia Sol, Patamares), serão aprofundados os temas debatidos nas plenárias. Voltado para profissionais da área de comunicação, estudantes, professores, pesquisadores, comunicadores comunitários e assessores, o evento vai discutir a importância da formulação de políticas públicas para a formação da cidadania e o desenvolvimento local, além da comunicação como fator de inclusão social e do acesso às novas mídias, internet, televisão e rádios comunitárias.

Satélite e videoconferência

Um debate, com transmissão via satélite para todo o país e para 36 salas de videoconferência da Secretaria de Educação, em todo o estado, lança a 1ª Conferência de Comunicação Social da Bahia, nesta quarta-feira (4), no auditório do Irdeb, bairro da Federação, em Salvador. A programação começa às 9h e também poderá ser assistida no site www.conferencia.comunicacao.ba.gov.br.

Portadores de deficiência auditiva poderão acompanhar a transmissão. Uma intérprete vai traduzir as informações em forma de sinais de libras, linguagem utilizada para comunicação de quem tem surdez. A platéia e os internautas poderão fazer perguntas aos palestrantes.

No lançamento, o tema central é “O direito à comunicação” com debates entre o secretário executivo de Comunicação Social da Presidência da República, Ottoni Fernandes Júnior, a diretora do Coletivo Brasil de Comunicação social (Intervozes), Bia Barbosa, membro do Fórum pela Democratização da Comunicação, Berenice Mendes, e o presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Federal, deputado Walter Pinheiro.

A 1ª Conferência de Comunicação Social da Bahia é promovida pela Assessoria Geral de Comunicação Social (Agecom) do Governo do Estado; Associação Baiana de Imprensa (ABI); Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço); Cipó; CUT; Faculdade de Comunicação da Ufba; Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC); Irdeb; Intervozes; Sindicatos dos Jornalistas (Sinjorba), Radialistas e Publicitários (Sinterp), dos Estabelecimentos de Ensino Privado (Sinepe); e Uneb.

Vdf/af

Nenhum comentário:

Arquivo


Teste sua Memória