2008-08-04

Criação de curso de Medicina em Jequié na Universidade do Sudoeste, no próximo ano

O campus de Jequié da Universidade Estadual do Sudoeste (Uesb) contará com o curso de Medicina a partir do próximo ano. O anúncio foi feito, nesta quarta-feira (30), pelo governador Jaques Wagner que também visitou o município para entregar novas alas e equipamentos no Hospital Geral Prado Valadares, além de inaugurar uma unidade do Centro Digital de Cidadania, um Núcleo de Acompanhamento e Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Nuapa), um Núcleo de Direitos Humanos (NUDH) e anunciar outros benefícios. O conjunto de ações do estado soma investimentos de R$ 12 milhões.

A veterinária Magali Chaves comemorou o anúncio do novo curso com lágrimas e sorrisos. Segundo ela, a faculdade de Medicina era um sonho de 50 anos dos moradores de Jequié. A estudante Rosana Silva, 17 anos, contou que vai adiar os planos de fazer vestibular para tentar seguir a carreira médica em Salvador, porque quer cursar a universidade em sua terra natal. “Caso eu passe no vestibular, terei uma economia muito grande com moradia e outras despesas”, planeja a jovem.

Os moradores de Jequié, cidade a 345 quilômetros da capital, festejaram não só o anúncio do novo curso, como as intervenções feitas pelo Governo do Estado, no Hospital Prado Valadares. Além das novas alas de farmácia e pediatria, agora com 18 leitos, a unidade hospitalar - que está à disposição de mais de 500 mil baianos de 30 municípios - também ativou mais cinco leitos de UTI.

O secretário da Saúde, Jorge Solla, afirmou que outros hospitais em todo o estado também estão passando por um processo de reestruturação. “Estamos aumentando o número de profissionais, adquirindo novos equipamentos, tudo isso para mudar estrutura que estavam sucateadas e oferecer melhor qualidade de atendimento à população”.

O diretor da unidade, Gilmar Vasconcelos, informou que somente no Prado Valadares foram contratados 149 plantões médicos, enfermeiros (67), assistentes sociais (12), auxiliares de enfermagem (130), fisioterapeutas (13), além de técnicos e psicólogos, e adquiridos cinco aparelhos modernos para exames totalmente automatizados.

O governador Jaques Wagner participou ainda da inauguração do Posto de Pronto Atendimento da prefeitura local e entregou à população, além do NUDH, o Nuapa, cujo objetivo, segundo a secretária da Justiça, Marília Muricy, é garantir o casamento de segurança com cidadania. “Há pessoas que não precisariam passar muito tempo na cadeia. Elas podem trabalhar para a comunidade e ter acompanhamento - 88%% das pessoas que cumprem medidas sócio-educativas possuem grandes chances de recuperação”.

Wagner também anunciou a execução de obras nas áreas de abastecimento de água e saneamento básico. Entre elas, a pavimentação de quatro ruas na sede e do distrito de Taibó.

Geração de emprego

Acompanhando o governador, o secretário de Indústria, Comércio e Mineração, Rafael Amoedo, antecipou que a região será contemplada com investimentos do setor produtivo. “A Ramarim ampliará sua planta e outras seis indústrias devem chegar, gerando aproximadamente 1,5 mil postos de trabalho”.

Além disso, o governador também assinou protocolo de intenções para a transferência de operações de uma empresa mineradora de Ituaçu para Jequié. Em discurso, Wagner também defendeu a produção de biodiesel, incentivando a agricultura familiar e a inclusão social como principal ferramenta de combate à violência.

Centros Digitais

Com uma renda mensal de apenas R$100 por mês, o estudante Deivid Cardoso, 17 anos, gastava o equivalente a 20% deste valor com a locação de computadores em estabelecimentos conhecidos como Lan House. O dinheiro, segundo Deivid, fazia muita falta na hora do lazer.

Com a inauguração de um Centro Digital de Cidadania, no bairro Cidade Nova, o jovem comemorou a economia. “Agora vai sobrar um dinheirinho a mais para curtir com os amigos e eu vou poder fazer os meus trabalhos escolares mais tranqüilo”, afirmou.

Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Ildes Ferreira, serão implantados mais 540 centros até o final deste ano em todos os municípios baianos, “com o objetivo de ampliar o acesso à internet da comunidade mais carente”.

ggc/is

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget