2008-08-20

Mais duas doações de múltiplos órgãos são registradas na Bahia

Com o registro, na semana passada, de duas doações de múltiplos órgãos, a Bahia ampliou para 29 o número de doações desse tipo contabilizadas este ano. Na avaliação do coordenador do Sistema Estadual de Transplantes, o médico Eraldo Moura, o número representa um acréscimo em relação ao mesmo período do ano passado, mas ainda é insuficiente para atender a quantidade de pacientes que esperam na fila por um transplante e muito aquém do número considerado ideal, que seria em torno de 250 doações/ano.

Apesar de alguns obstáculos a serem vencidos, entre eles, o alto índice de negativa familiar – mais de 50% das famílias de potenciais doadores não autorizam a doação -, a Secretaria da Saúde do Estado, por meio do Sistema Estadual de Transplante, tem avançado bastante na área da doação e transplante de órgãos. A interiorização das atividades de transplantes, por exemplo, mostra resultados positivos e captações de órgãos já ocorreram em Barreiras, Feira de Santana e Vitória da Conquista.

Na sexta-feira (15), a Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos contabilizou duas doações – uma, no Hospital da Cidade, e a outra, no Hospital Regional de Vitória da Conquista, também conhecido como Hospital de Base. No segundo caso, a Sesab voltou a contar com o empenho do Governo do Estado, que disponibilizou a aeronave da Governadoria para agilizar o transporte dos órgãos captados.

No domingo anterior (10), a aeronave já havia sido cedida pelo Governo do Estado para o transporte de um fígado captado em Aracaju, beneficiando um paciente baiano.

Ações no interior


O projeto de interiorização das atividades de captação e transplante de órgãos terá mais uma importante ação a partir desta terça-feira (19), quando serão iniciadas capacitações para profissionais dos municípios de Ilhéus e Itabuna. O coordenador e técnicos do Sistema Estadual de Transplantes terão um encontro, nesta terça, com equipes de Saúde da Família, para apresentação de serviços sobre o tema “Processo doação-transplante no PSF”. Com os agentes comunitários de saúde, o tema será “A importância do ACS no processo doação-transplante”.

Também em Itabuna acontecerá uma reunião com coordenadores de enfermagem dos serviços de saúde (hospitais e Samu) para discutir “como implantar o serviço de busca ativa e captação de órgãos nas instituições de saúde”. A mesma programação será repetida na quarta-feira (20), no município de Ilhéus, onde será realizado também um encontro sobre transplantes com estudantes das universidades locais.

Na quinta-feira (21), profissionais da assistência hospitalar dos dois municípios vão participar de um mini-curso de capacitação, no Hospital de Base de Itabuna, que abordará questões como a situação do transplante no Brasil e na Bahia, legislação em transplantes, morte encefálica - como e por que diagnosticar - cuidados de enfermagem com o potencial doador, entrevista familiar, transplante e captação de córneas e transplante renal.

sas/is

Nenhum comentário:

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget