2007-04-19

Ministério Público de Irecê desiste de acusação em Júri popular

O Ministério Público de Irecê desistiu ontem, dia 18 de Abril, da acusação que impôs contra Evandro Moreira, filho de Espedido Moreira e Noélia Moreira, durante o Júri Popular.

Evandro era acusado da morte do promotor Carlos Elói, uma pessoa bastante querida em Irecê, amigo de todos, que a sociedade ireceense jamais esquecerá. A morte de Elói causou comoção popular.

Apesar de não existir provas concretas contra o acusado, ele ficou 2 anos e 8 meses preso, acusado por homicídio duplamente qualificado. Ontem, o Ministério Público que o acusou reconheceu o erro, trazendo alívio para os cinco anos de sofrimento dos pais e amigos.

Agora resta a família entrar na justiça contra o Estado, exigindo indenização por danos morais e materiais. Afinal, Espedito Moreira perdeu grande parte do seu patrimônio e nada mais justo do que receber a devolução.

Doentes amontoados como animais no Hospital Regional de Irecê

No Hospital Regional de Irecê, cujo término de reformas está previsto para novembro de 2007, os doentes além de penalizados pela doença, ficam nos corredores do hospital em reforma, aguardando atentimento.

Apelamos para que o governo Jacques Wagner determine maior agilidade nas reformas, antecipando o término de sua conclusão.

***************************************************************************
visite O Brasileirinho, o portal da turminha brasileira, e leia matérias como:
> Sites malditos (Aumenta denúncias contra sites que ...)
> Em nome das Crianças (Unicef lança selo Município Aprovado)
> Milagres continuam acontecendo (mulher caiu do oitavo andar e escapou)

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget