2008-04-26

Terceirização - Vídeo com informações úteis

A contratação de funcionários terceirizados
está chamando atenção das empresas prestadoras
de serviço. Mas os trabalhadores devem
ficar atentos para evitar problemas.

Assista ao vídeo:

Concurso para professores e coordenadores da Bahia - Prazo prorrogado

A Secretaria Estadual da Educação (SEC) informa que foi prorrogado por mais dois anos, o prazo de validade do concurso público para os cargos de professor nível III (3.769 vagas) e coordenador pedagógico nível III (800 vagas) da carreira do Magistério Público do Ensino Fundamental e do Ensino Médio do Estado da Bahia, que seria expirado em 9 de maio.

A prorrogação foi instituída, por meio da Portaria nº 243, de 15/04/2008, pela Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb), e divulgada no Diário Oficial do dia 16 deste mês, cumprindo o disposto no capítulo I, item 3, do Edital de Abertura de Inscrições – Saeb.


eas/is

2008-04-25

EBDA participa da Expoagri Irecê com atividades diferenciadas

Demonstrar os principais programas e projetos desenvolvidos pela empresa, de forma a motivar os agricultores familiares a conhecerem as atividades desenvolvidas no Território de Irecê e em parte dos Territórios do Velho Chico e oeste baiano. É o que pretende a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), ao participar da 10ª Exposição Agropecuária de Irecê (Expoagri), que acontece, até domingo (27), no Parque de Exposição do município.

Em um espaço preparado para destacar as tecnologias, produtos e serviços prestados à população rural da microrregião de Irecê, composta por 21 municípios, a empresa, por meio da Gerência Regional e dos Escritórios Locais, está prestando orientações técnicas aos agricultores em mesas interativas, disponibilizando publicações técnicas e científicas (com doações), além de livros.

Palestras e cursos também são realizados, abordando temas como organização e o processo produtivo da cana-de-açúcar e seus derivados, ministrado pelo chefe do Escritório Local de Abaíra, Nelson Luz Pereira, e fabricação artesanal de derivados do leite, pelo médico veterinário da EBDA, Marçal Gondra. Este curso vai enfatizar a questão da higiene na produção de derivados do leite, particularizando a fabricação de queijos e iogurte.

Na área de fruticultura, a pinha é o destaque, com apresentação de mudas de qualidade de frutos tipo exportação. Para expor a cadeia produtiva do mel, foi instalada uma colméia de abelhas-sem-ferrão, e estão sendo mostrados aos agricultores, equipamentos necessários à atividade apícola e os subprodutos dessa cadeia produtiva como velas, sabão e sachés, e distribuído material informativo.

Para o gerente regional da empresa, em Irecê, Joelson Vaz Bastos de Matos, esta é uma oportunidade única para mostrar os novos caminhos da EBDA e as perspectivas de trabalho para a região. Entre as atividades destacadas, ele ressaltou o apoio da empresa à produção de cana-de-açúcar e seus derivados, especialmente para a região dos “Brejos da Barra”.

“Vamos incentivar a adoção de tecnologias produtivas à semelhança das utilizadas na região de Abaíra, visando à produção de uma cachaça de qualidade e competitiva no mercado nacional e internacional”, assegurou.

Para demonstrar a cadeia produtiva da cana-de-açúcar foi instalado, em uma área livre da feira, um alambique rústico, que está produzindo, in loco, aguardente e rapadura. O equipamento é para processo artesanal, porém permite a fabricação de um produto de qualidade.

O Pronaf, Sertão Produtivo, Garantia Safra, Meio Ambiente, Agroecologia, Apicultura, Caprinovinocultura, Meio Ambiente, Mandioca, Fruticultura e Agroindústria também são programas contemplados na feira. Os trabalhos sociais estão sendo discutidos em mesas interativas de trabalho, com apresentação e orientação em agroindústria, artesanatos regionais, fabricação de doces e compotas e de sabão. As multimisturas são expostas aos interessados com explicações sobre a sua importância, utilização, forma de preparo, além da distribuição de receitas.

ras/is

Cerb mostra na Expoagri de Irecê tecnologia que transforma água salobra em potável

Com o objetivo de demonstrar tecnologias alternativas utilizadas no fortalecimento da agricultura, a Companhia de Engenharia Rural da Bahia (Cerb), empresa da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, participa, até domingo (27), da 10ª Exposição Agropecuária (Expoagri), em Irecê.

No estande da Cerb, o público está conhecendo como funciona o dessalinizador, que transforma água salinizada em potável, acoplado ao chafariz eletrônico, disponibilizando 20 litros de água potável a partir da colocação de uma ficha no valor de R$ 0,20.

A inovação representa um incentivo ao não-desperdício. Muitos poços tubulares, quando perfurados, apresentam água salinizada, o que é comum na região do semi-árido baiano. A Cerb foi pioneira no Nordeste na utilização de dessalinizadores, permitindo a transformação de água salobra em água potável.

Quando a empresa é solicitada pelas comunidades é feito um estudo de viabilidade para a perfuração do poço, analisando o custo/benefício. Técnicos da empresa fazem um diagnóstico do solo, informando se a área é propícia para o desenvolvimento do projeto. A empresa utiliza tecnologias adequadas à realidade de cada região.

Durante os dias da 10ª Expoagri, técnicos do Núcleo Regional da Cerb, em Irecê, apresentam para o público as alternativas tecnológicas para a convivência do homem do campo com a seca, além da importância dos sistemas de abastecimento de água construídos pela companhia, na zona rural.

A Expoagri, realizada anualmente pela Associação dos Pecuaristas de Irecê, acontece desde quinta-feira (24), no Parque de Exposições do município e conta com a presença de diversos produtores,criadores e expositores.


mas/is

Clássico jogo do Bahia e Vitória mobiliza imprensa baiana

Com uma equipe de 15 profissionais, entre repórteres, cinegrafistas, produtores, auxiliares, motoristas e editores, a TVE-Bahia – canal 2 – fará uma ampla cobertura do clássico entre Bahia e Vitória no próximo domingo (20), em Feira de Santana. A partida começa às 16h – no Estádio Alberto Oliveira – e a emissora pública de televisão baiana entra em campo a partir das 18h (após o final do jogo), com flashes ao vivo, direto de Feira.

O coordenador do Núcleo de Esportes da TVE, Yancey Cerqueira, disse que a partida entre as equipes de maior torcida do futebol baiano representa uma espécie de final antecipada do campeonato. “A depender do resultado, poderemos conhecer o virtual campeão de 2008”.

Além dos flashes ao vivo que serão exibidos a partir das 18h, a emissora inicia os trabalhos ao meio-dia, com a cobertura dos bastidores das duas equipes e um raio x do deslocamento de torcedores tricolores e rubro-negros.

Já o programa Cartão Verde Bahia, que entra no ar às 20h30, mostrará todos os lances do clássico, entrevistas nos vestiários e a repercussão do resultado da partida.

No estúdio, diversas atrações já estão confirmadas. No lado tricolor, o meia Elias – considerado pelos críticos como o principal jogador do Baianão 2008 – e o ex-goleiro Ronaldo Passos são os principais nomes. Os representantes rubro-negros serão o volante Vanderson e o ex-camisa 1, Gelson Fogazza.

Policiamento será reforçado

Para garantir a segurança dos torcedores de Bahia e Vitória, foi montado um esquema especial de policiamento. Cerca de 700 PMs de unidades de Feira de Santana, Comando de Policiamento da Capital, Corpo de Bombeiros e Grupamento Aéreo serão destacados para atuar durante o clássico.

Segundo o coronel Nilton Mascarenhas, comandante do 1º Batalhão da PM, também serão feitas abordagens de caráter preventivo. “E haverá a utilização de câmeras de monitoramento e locais para atendimento psicossocial das pessoas que foram detidas”.

Mascarenhas explicou ainda que já houve um acordo – estabelecido em reunião – para que a torcida do time perdedor deixe as dependências do Estádio Alberto Oliveira pouco antes do fim da partida.

Os representantes das duas maiores torcidas das duas equipes garantem que vai haver paz fora do gramado. Para Cristóvão Contreiras, da Bamor, a rivalidade deve acontecer apenas no gramado. “A provocação tem que ser sadia”. A mesma opinião é compartilhada pelo integrante da direção da torcida Os Imbatíveis, do Vitória. Gabriel Oliveira acredita que o torcedor baiano vai continuar a ser o mais pacífico do Brasil.

vgc/om

A Bahia vai contar com mais de 260 pontos de cultura

O ator Diego Alcântara, 19 anos, descobriu sua profissão no Grupo Ginga e Malícia, do Engenho Velho da Federação. Nos últimos dois anos, desde que se tornou ponto de cultura, a entidade já atendeu a quase duas mil pessoas, de jovens a idosos, em atividades que variam desde exames de saúde até oficinas de dança, teatro e capoeira. “O ponto de cultura é muito representativo na minha vida, porque acabou desencadeando a minha profissão”, afirmou Diego. Além disso, o local adquiriu computadores e se tornou um centro de inclusão digital.

Agora, a Bahia vai contar com mais de 260 pontos de cultura, como o Ginga e Malícia. É que estão abertas as inscrições para o edital público de seleção de mais 150 unidades por meio, pela primeira vez, de um convênio firmado entre os interessados e o Estado. Os 61 pontos de cultura existentes hoje foram assinados diretamente entre os interessados e o Ministério da Cultura (Minc).

Diego acha tão importante a multiplicação dos pontos de cultura que agora quer se tornar multiplicador para crianças e adolescentes do que aprendeu dentro do projeto. “A gente vê que está difícil a situação e as pessoas precisam de projetos como esse. Gostei de saber da criação de novos pontos”, disse.

Para Mestre Marinheiro, diretor do Ginga e Malícia, a existência desses pontos de cultura significa opção de atividades recreativas, culturais e profissionalizantes. “A ocupação para jovens que estão expostos a tantos problemas tem evitado que eles sejam recrutados por ações negativas. Quando tem um projeto desse tamanho, dessa qualidade, a possibilidade da força do mal é menor”, destacou.

Segundo o capoeirista, o Ginga e Malícia já formou profissionais em teatro e capoeira e tem ex-alunos viajando pela Europa, participando de companhias de dança. Mas, para ele, o ponto forte é a inclusão digital, que atendeu a mais de 1,2 mil jovens nos últimos dois anos, dos quais 30 são técnicos em informática. “Nunca houve um apoio desse por parte do governo. “Por isso é de grande importância fortalecer esses grupos que já existem e não tiveram qualquer apoio”, opinou.

Edital


O edital lançado em 26 de março, durante o II Encontro de Dirigentes Municipais, em Vitória da Conquista, será encerrado em 12 de maio. Com a medida, a Secretaria Estadual de Cultura (Secult) pretende descentralizar a iniciativa para o interior. Atualmente, 65% dos pontos de cultura estão na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e em apenas 20 dos 417 municípios baianos. A meta é que cada um dos 26 territórios de identidade tenha, pelo menos, dois pontos de cultura.

“Isso faz parte de todo o nosso projeto, que é territorializar as ações de governo. Os pontos de cultura vão ajudar a estabelecer essa política que queremos construir”, afirmou o secretário de Cultura, Márcio Meirelles. Para ele, os pontos de cultura vão ser tão importantes como as conferências regionais e a conferência estadual realizadas no ano passado. “A capilaridade da cultura começa a ter corpo e a ser real”, avaliou.

Segundo o secretário, com o ingresso do Estado como mediador do convênio, o governo federal começa a exercitar o Pacto Federativo. “Somos uma espécie de modelo e as idéias e ações surgidas aqui poderão ser levadas a outros estados”, observou.

Nos próximos três anos, vão ser investidos anualmente R$ 9 milhões nos pontos de cultura, sendo R$ 6 milhões do governo federal e uma contrapartida de R$ 3 milhões do governo estadual. Cada ponto de cultura vai receber R$ 60 mil por ano, em 12 parcelas de R$ 5 mil. “A idéia é fomentar o desenvolvimento das organizações que já existem, e não criar novos centros culturais. Claro que outras virão depois, mas nesse primeiro momento queremos fomentar as que já existem”, disse Meirelles.

Depois da RMS, o território com maior número de pontos de cultura é o do Sisal, com ações nas áreas de culturas populares, audiovisual, artes visuais e teatro nos municípios de Araci, Valente, Retirolândia e Monte Santo.

No interior, há também pontos de cultura em Irecê, São Gabriel, Bom Jesus da Lapa, Ibotirama, Lençóis, Ilhéus, Teixeira de Freitas, Eunápolis, Angical, Ipirá, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Cachoeira.

crr/om

Instituições científicas e tecnológicas da Bahia vão receber R$ 2 milhões, segundo Edital

Reitores, pró-reitores, representantes de empresas juniores e gestores de núcleos de inovação tecnológica (NITs) e de incubadoras de empresas no estado estiveram na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), na tarde de ontem (24), para conhecer o Edital de Apoio a Sistemas Locais de Inovação.

Lançado pela primeira vez na Bahia este ano, o edital dispõe de R$ 2 milhões para investir na implantação e consolidação de instituições científicas e tecnológicas (ICTs) que atuem em favor da construção de políticas de inovação, gestão da inovação, fomento à aproximação com o setor produtivo e disseminação da cultura empreendedora e de propriedade intelectual no estado.

Os projetos submetidos para o edital tanto podem ser individuais quanto multiinstitucionais, ou seja, podem envolver mais de uma ICT, que, juntas, pretendam estruturar um sistema de inovação capaz de atender às demandas das instituições envolvidas. As propostas para o edital podem ser submetidas pelos coordenadores das ICTs sediadas na Bahia até 19 de maio.

Um diferencial desse edital está na otimização de recursos e esforços. “Ele prevê que diferentes propostas apresentadas por ICTs distintas compartilhem atividades, caso possam atender aos projetos de todas”, explicou o diretor de Inovação da Fapesb, Elias Ramos de Souza.

Investimento em inovação

Além do Edital de Apoio a Sistemas Locais de Inovação, a Fapesb, órgão da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), dispõe de outros dois editais com recursos não-reembolsáveis de fomento à inovação tecnológica, que, juntos, somam R$ 20 milhões em recursos. Entre eles, está o Programa de Apoio a Pesquisa em Empresas (Pappe Subvenção), que conta com R$ 16,5 milhões.

O objetivo dessa iniciativa é apoiar projetos que apresentem inovações tecnológicas em produtos, processos ou serviços oferecidos por empresas, incubadoras ou consórcios empresariais instalados no estado. O Pappe é um programa da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que na Bahia é coordenado pela Fapesb.

Completando os R$ 20 milhões, o Edital Pesquisadores nas Empresas, também lançado pela primeira vez no estado este ano, dispõe de R$ 1,5 milhão. Desenvolvido em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o edital tem como objetivo financiar bolsas para pesquisadores que atuarão em micro, pequenas e médias empresas baianas.

Informações detalhadas sobre os requisitos para obtenção do apoio, as condições de elegibilidade e os prazos para submissão das propostas para esses editais estão disponíveis no site www.fapesb.ba.gov.br.

xas/om

Começa a 10ª Exposição Agropecuária da Região de Irecê

Começa a  10ª Exposição Agropecuária da Região de Irecê
Começou ontem (24), no pavilhão Oton Alencar, a 10ª Expoagri (Exposição Agropecuária da Região de Irecê), contando, mais uma vez, com a presença de autoridades do município e região e pessoas dos mais diversos segmentos sociais.

O presidente da Associação dos Pecuaristas da Região de Irecê (Aprir) José Renato (Renatinho) contou uma breve história das exposições anteriores e mostrou como isso tem contribuído com o engrandecimento de nossa região. Finalizou seu breve discurso, agradecendo as autoridades parceiras e equipe de trabalho, consideradas por ele como essenciais na realização da exposição.

O evento vai continuar até o dia 27 de abril e durante este tempo haverá palestras, seminários, leilões e a exposição de animais.

Para quem não conhece ainda o local e pretende vir a Irecê para o evento, o endereço é BA 052, Estrada do Feijão, pouco depois do posto Geocomercial.

Silvano Sales, Flávio José, Cravo e Canela e a Banda Selva Branca, entre outros, fazem parte da programação musical.

2008-04-24

Aumenta o número de doações de órgãos múltiplos na Bahia

A Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos do Estado já registrou, este ano, um total de 16 doações de múltiplos órgãos, equivalendo ao mesmo número de doações do ano de 2006. Segundo o médico Eraldo Moura, coordenador do Sistema Estadual de Transplantes (Coset), o número de doações em 2007 chegou a 42.

“Estamos caminhando bem e acredito que vamos superar o número de doações do ano passado”, afirmou o médico, lembrando que uma doação de múltiplos órgãos pode beneficiar até 30 pessoas.

A última doação de múltiplos órgãos ocorreu no domingo (20), no Hospital Geral Roberto Santos. Na Bahia, existem, atualmente, cerca de 4 mil pacientes em lista de espera para transplante e o estado detém uma taxa de menos de dois doadores de órgãos por milhão de habitantes, quando o ideal seria 50 doadores por milhão.

A implantação e a implementação das Comissões Intra-Hospitalares de Transplantes nos hospitais públicos e privados, a ampliação do número de equipes transplantadoras, a implantação das Câmaras Técnicas e dos protocolos para transplantes e a ampliação do número de equipes para diagnóstico de morte encefálica, são metas citadas por Eraldo Moura para este ano.

sas/is

Território de Irecê lança campanha de combate a violência contra a mulher

Um importante evento acontecerá amanhã em Irecê. Trata-se do Lançamento da Campanha de combate a Violência contra a mulher.

O acontecimento é de âmbito territorial.

Dia: 25 de abril, sexta-feira;
Horário: das 8:00 às 11:00;
Local: Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães
Cidade: Irecê


Mobilize mulheres e lideranças comunitárias no seu município e participe!

Informações enviadas por
Juliany Mendes Mota

Uefs Bahia abre inscrições para seleção de professor estadual

As inscrições para o processo seletivo do Programa de Formação para Professores de 5ª a 8ª Séries e Ensino Médio, da Universidade Estadual de Feira de Santana, podem ser feitas, gratuitamente, até o final deste mês. Os docentes que atuam na rede estadual de ensino vão concorrer a 350 vagas em sete cursos.

O curso terá duração de três anos e as aulas serão ministradas nos pólos de Feira de Santana (cursos de Letras com Espanhol, Letras Vernáculas, Geografia e Ciências Biológicas), Santo Amaro (Matemática e História) e Lençóis (Artes). Foram destinadas 90% das vagas para candidatos não-graduados ou graduados em Licenciatura Curta e 10% para candidatos com graduação em Pedagogia ou em cursos na modalidade bacharelado.

Os candidatos devem conferir se estão enquadrados nos municípios vinculados às Direcs limítrofes aos pólos da Uefs. Esta informação consta no edital do processo seletivo, disponível no portal www.uefs.br (seção editais). A formação de nível superior para professores dos ensinos fundamental e médio é exigência da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

A inscrição será feita das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30, no campus da Uefs, em Feira de Santana, e nos campi avançados de Santo Amaro (Solar de Biju, praça da Purificação, centro) e de Lençóis (Praça Horácio de Matos). É necessária a apresentação do original e fotocópia da carteira de identidade, do último contracheque da rede pública estadual de ensino e requerimento (a ser fornecido no momento da inscrição), devidamente preenchido e assinado. A prova será aplicada em 18 de maio de 2008.

eas/is

Programa de Formação de professores - Uneb abre inscriçõe para seleção de 900

A Universidade do Estado da Bahia, por meio do Programa de Formação de Professores, capacitará docentes do Ensino Médio que não possuem graduação em nenhuma área do conhecimento. O curso terá duração de três anos.

As inscrições para o processo seletivo estão abertas até o dia 2 de maio. O interessado em preencher uma das 900 vagas oferecidas deve se inscrever no campus da Uneb que atende ao seu município de atuação, observando as orientações do edital.

Os documentos exigidos para a inscrição são o último contracheque, requerimento de inscrição devidamente preenchido, cópia e original de identidade, CPF e Certificado de Conclusão do Ensino Médio. O atendimento é feito das 8 às 11h, e das 14 às 17h30.

No total, 10 campi da universidade atenderão a 295 municípios baianos. As vagas são destinadas (90%) a candidatos não graduados ou graduados em Licenciatura Curta. Os 10% restantes, aos com graduação em Pedagogia. Mais informações no site www.uneb.br


eas/is

Governo da Bahia promove conferência do GLBT para combate a homofobia

Com a proposta de discutir direitos humanos, políticas públicas para os homossexuais e incentivar o combate a homofobia, será realizada de 24 a 26 deste mês, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), na Paralela, a I Conferência Estadual dos Direitos de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais da Bahia (GLBT). O evento é uma das etapas estaduais preparatórias para a I Conferência Nacional, marcada para dias 6, 7 e 8 de junho, em Brasília.

Convocada pelo Governo do Estado por Decreto 10.910 de 18 de janeiro de 2008 e organizada pela Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos junto a representantes de movimentos GLBT's, o evento tem como tema “Direitos Humanos e Políticas Públicas: O caminho para garantir a Cidadania de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais”.

Na conferência nacional, pretende-se propor diretrizes para a implementação de políticas públicas - que atendam a demandas dos homossexuais - e o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais, além de avaliar e propor estratégias para fortalecer o Programa Brasil Sem Homofobia.

Na Bahia, a organização da Conferência GLBT instituiu etapas territoriais, adaptando-as aos territórios de identidade, e segue a sistemática de conferências, por exemplo, de negros, mulheres ou idosos, em que a sociedade civil discute e colabora com as três esferas de governo na implantação de medidas afirmativas para os segmentos que mais sofrem privação de direitos na sociedade.

Estão sendo realizadas conferências regionais, mobilizando todo o estado, com um total de 17 encontros e concentrações em municípios como Alagoinhas, Barreiras, Valença, Irecê, Porto Seguro, Ilhéus, Camaçari, Feira de Santana, Castro Alves, Nova Soure e Ibotirama. Estas conferências darão subsídios para o evento estadual.

jas/is

Uneb abre inscrições para o Seminário Internacional de Desenvolvimento Sustentável

O Campus I da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Salvador, vai receber pesquisadores do Brasil, Cuba, Guatemala, Itália e Nicarágua para discutir questões envolvendo a educação continuada e o desenvolvimento territorial durante o III Seminário Internacional Interlinkplus: potencial humano, patrimônio territorial para o desenvolvimento sustentável.

O evento inscreve trabalhos até 30 de maio e será realizado entre os dias 3 e 6 de novembro, no Auditório Caetano Veloso. O encontro é promovido pelo Departamento de Educação (DEDC) do Campus I, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC), o Núcleo de Estudos Italianos (Nesti) e a Associação Científica e Sócio-Cultural (Pati).

O valor das inscrições varia entre R$ 30 (estudantes) e R$ 50 (profissionais). Para efetivar a inscrição, os interessados devem preencher a ficha de inscrição, acompanhada de comprovante de depósito bancário, realizado no Banco Bradesco, agência 3571-8, conta poupança 1003827-8, em nome de Gianni Boscolo e Elília Camargo, para o Núcleo de Pesquisa (Nupe) do DEDC I ou para a sede da Associação Pati.

Serão realizadas atividades complementares ao seminário nos quatro auditórios principais do campus, estruturadas em quatro grupos de trabalho: GT1 - Desenvolvimento sustentável, GT2 - Pluralidade cultural, GT3 - Educação e novas tecnologias e GT4 - Os saberes locais e a formação do educador.

2008-04-23

Funceba dá curso de elaboração de projetos culturais na capitl e interior da Bahia

A Fundação Cultural do Estado promove entre os dias 26 deste mês e 1º de junho o III Workshop de Elaboração de Projetos Culturais em 26 municípios.

O objetivo das oficinas, que acontecem das 9 às 13 e das 14 às 18h, é capacitar artistas, produtores e agentes culturais da capital e interior.

Serão oferecidas 50 vagas e as atividades terão carga e 18 horas, com atestado de participação. As inscrições serão realizadas em cada uma das cidades visitadas.

cas/om

Apresentado na Bahia o sistema americano de patentes

Especialistas do Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos Estados Unidos (United States Patent and Trademark Office - USPTO) estiveram em Salvador, na terça-feira (22), para apresentar o sistema de registros de produtos e marcas norte-americano.

O seminário “Introdução ao Sistema de Propriedade Intelectual nos Estados Unidos da América: Como proteger os direitos de Propriedade Intelectual nos EUA” reuniu, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), empresários, empreendedores e pesquisadores interessados em conhecer o sistema, que tem diversas particularidades em relação ao adotado no Brasil.

Segundo a analista do Instituto Nacional de Propriedade Industrial, Luzia Bottino, o modelo brasileiro de patentes é semelhante ao empregado na Europa e, neste sentido, o intercâmbio com os Estados Unidos é muito rico. “Ainda não temos a cultura de registrar a propriedade industrial no Brasil. Por isso, é tão importante disseminar as informações sobre patentes e os benefícios da proteção legal em todo o país”, afirmou.

O registro de uma tecnologia, produto ou marca só pode ser feito em uma região específica, mas ter a patente brasileira, por exemplo, ajuda nos casos em que se torna necessário questionar a utilização indevida de uma invenção em outro país. Para nomes, marcas, sons e até cheiros que identifiquem uma empresa ou produto, também é necessário fazer o registro em cada local.

Alerta

O consultor jurídico do USPTO, John Rodriguez, explicou que o registro federal de marcas nos Estados Unidos é bastante simples e pode ser feito até pela internet, com o pagamento no cartão de crédito das taxas, que custam US$ 275. “Aconselho que, antes do pedido de registro, o empresário faça uma pesquisa para evitar dores de cabeça ou mesmo tenha que recolher produtos que entrem em conflito com outro já registrado”, disse.

Rodriguez informou ainda que o site do Escritório de Patentes (www.uspto.gov) tem um sistema que permite, gratuitamente, busca de marcas já registradas em território americano.

O evento de Salvador foi promovido pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi), em parceria com a Rede de Propriedade Intelectual e Transferência Tecnológica da Bahia (Repittec), o USPTO, órgão responsável pela proteção da propriedade intelectual nos EUA, e a Câmara Americana.

A iniciativa marcou também o reinício dos trabalhos da Repittec, um colegiado formado pelo Inpi, Instituto Euvaldo Lodi, Sebrae-Ba, Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).

“Temos que alertar aos empresários brasileiros que marca é uma coisa muita séria, que precisa ser registrada e devidamente protegida. O fato de registrar a patente no Brasil, não quer dizer que a marca estará automaticamente protegida lá fora.”, observou Massilon Araújo, integrante da Repittec. Ele lembrou o caso da rapadura, um produto típico da região Nordeste do Brasil, que foi patenteada como marca na Europa, gerando uma polêmica sobre a autoria do produto.

Marketing vai transformar o São João da Bahia em produto turístico nacional

Cerca de R$ 3 milhões vão ser investidos pelo governo estadual em campanhas de propaganda, divulgação e marketing para transformar o São João da Bahia em produto turístico nacional. O lançamento será no dia 6 de maio, em São Paulo, com uma grande festa junina que reunirá 1,5 mil agentes de viagem, operadores de turismo, dirigentes do setor hoteleiro e de companhias aéreas, jornalistas e trade turístico.

O conceito da campanha é o de que o São João da Bahia é a maior festa regional do Brasil, porque acontece simultaneamente em 417 municípios, com festas pequenas, médias e grandes. Não há um só município em que, num distrito ou bairro, não se acenda uma fogueira e não se faça um arrasta-pé ao som da sanfona, da zabumba e do triângulo.

Em mais de 100 municípios, as prefeituras promovem festas com palanques e atrações musicais e há pelo menos 20 grandes festas, com grandes bandas em grandes palcos convivendo com o forró pé-de-serra. A estratégia é aumentar o poder emissivo de Salvador e das grandes cidades para o interior, trazer o interior para o Arraiá da Capitá, em Salvador, e também para Ilhéus e Porto Seguro, onde há concentrações hoteleiras, e trazer o Brasil para a Bahia.

“A idéia é genial”, afirmou Luiz Blanc, representante da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Seção Bahia. As manifestações de apoio se sucederam nesse mesmo tom durante a reunião do Fórum Estadual de Turismo, na última sexta-feira (18), no Centro de Convenções da Bahia.

“O São João sempre foi uma grande e tradicional festa. Na verdade, a maior festa regional do Brasil. Mas nunca foi tratado como um produto turístico que deve estar ao alcance de todo o país”, afirmou o secretário de Turismo, Domingos Leonelli. Para a presidente da Bahiatursa, Emília Salvador Silva, a promoção nacional do São João da Bahia é uma resposta criativa ao problema da baixa estação, que tem seu ponto mais negativo em junho.

Festa movimentou mais de R$ 500 milhões

Segundo Leonelli, em 2007, o interior da Bahia movimentou mais de R$ 500 milhões em atividades juninas. No segundo trimestre, houve um grande crescimento no consumo de produtos em relação ao primeiro trimestre do ano. O setor de vestuário vendeu 13% mais, a comercialização de produtos de farinha cresceu 56%, manteiga 27% e alimentos prontos 33%. “O São João movimenta o comércio informal, onde os moradores vendem canjica, bolo e licor, e isso faz circular o dinheiro, criando um círculo produtivo gerador de renda”, explicou o secretário.

O São João baiano é bem maior que os de Pernambuco (Caruaru) e Paraíba (Campina Grande). É na Bahia que se vendem mais CDs e DVDs dos grupos de forró. Em apenas um dia acontecem 2,6 mil shows no estado, com 7 mil horas de forró, 1,7 mil viagens de ônibus e deslocamento de 300 mil carros. A festa gera mais de 5 mil empregos.

Programação em Salvador

Apesar do foco no interior, Salvador terá sua festa junina. De 30 de maio a 1º de junho, acontece o Arraiá do Galinho, com músicas, bebidas e comidas típicas, além de concurso de quadrilhas juninas. O Arraiá da Capitá também estará de volta nos dias 6, 7 e 8 de junho, onde as prefeituras do interior estarão com suas barracas divulgando o São João de seus municípios.

De 13 a 24 de junho, a festa continua com o Arraiá de Todos Nós, promovido pelo governo estadual no Centro Histórico, que deve dar continuidade à Trezena de Santo Antônio, que começa no dia 1º. Camaçari também terá seu São João, o CarnaForró, com grandes shows musicais, e deve ser incluído como parte dos pacotes de viagem destinados a Salvador. Finalmente, Sauípe faz uma grande festa de São João.

Campanha na mídia


Para fortalecer ainda mais o São João, a Secretaria Estadual de Turismo (Setur) acertou com a operadora de viagens CVC uma parceria para o fornecimento de pacotes com preços atrativos, porque São Paulo é o maior mercado emissor de turistas para a Bahia.

Para cada página de publicidade sobre a Bahia veiculada em jornais paulistas, a CVC publicará outra página vendendo os pacotes turísticos promovidos pela empresa. Já está prevista a publicação de um anúncio de página dupla no jornal Folha de S. Paulo, para demonstrar por que o São João da Bahia é a maior festa regional do Brasil.

A publicidade do São João baiano também será veiculada na TV Globo, nas praças de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Vitória e Maceió, com um total de 138 inserções. Também nacionalmente na MTV, com 156 inserções. Serão filmes de 30 segundos cada, que serão exibidos de 20 de maio a 18 de junho.

O tema musical da campanha ficará a cargo do Trio Nordestino, que está completando 50 anos. O grupo cantará o jingle Cair na Brincadeira, que no primeiro trecho diz: “Vem amor, vem cair na brincadeira, brincar a noite inteira até o dia clarear”.


uaf/om

Irecê ocupa o terceiro lugar em casos de dengue da Bahia

Para combater a dengue, hoje um dos mais graves problemas de saúde pública do país, a Bahia lançou nesta sexta-feira (18), no Centro de Convenções, o Comitê Estadual de Combate à Dengue. Ele será responsável pela organização de uma grande mobilização popular de combate à doença em todo o estado.

O evento contou com a participação do governador Jaques Wagner, de diversas autoridades, artistas e profissionais da área de saúde da Bahia e parceiros da campanha. A iniciativa será realizada pela Secretaria da Saúde (Sesab), demais secretarias estaduais, organizações não-governamentais (ONGs) e sociedade civil organizada.

Com o slogan Todos Contra a Dengue, a campanha tem como principal objetivo conscientizar os baianos sobre a importância da mobilização popular. “O governador da Bahia é o primeiro do Nordeste a tomar a iniciativa de reunir todos os prefeitos e a sociedade para mostrar que a dengue é um problema de todos”, explicou o secretário nacional de Vigilância em Saúde, Gérson Penna. Segundo ele, esse trabalho compartilhado é a única solução para evitar uma epidemia.

De acordo com a Sesab, o Brasil vive uma epidemia de dengue há mais de uma década. Na Bahia, por exemplo, os casos começaram a ser registrados em 1994. Nos três primeiros meses deste ano, foram notificados 12.607 casos da doença no estado e, desses, 54 são de dengue hemorrágica, com duas mortes.

Os municípios com os maiores números de casos são Presidente Dutra (2.440), Juazeiro (1.500), Irecê (1.009), Mulungu do Morro (760), Uibaí (734) e Ibipeba (632).

“Um estudo do Ministério da Saúde concluiu que a população brasileira sabe o que é a dengue, mas ainda não se engajou na campanha. O nosso propósito é colocar todos contra a dengue”, disse o secretário da Saúde, Jorge Solla.

Algumas das principais ações vão ser realizadas nas escolas, com a participação dos alunos em atividades como faxinaços e demonstrações de medidas de combate à proliferação do Aedes aegypti. “A primeira ação é uma passeata, no próximo dia 30, em todo o estado, com cartazes, faixas para mobilizar a população”, afirmou o secretário estadual da Educação, Adeum Sauer.

Ele declarou que a passeata é o ponto de partida para a campanha na rede estadual de ensino. “Será feito também um faxinaço, no dia 16 de maio, além da distribuição de material educativo e inclusão de conteúdo pedagógico sobre a dengue em diversas oficinas a serem realizadas nas redes estadual e municipal de ensino”, observou.

Participação de artistas

Para Wagner, a ação de cada cidadão é o passo mais importante no combate à doença. “O grande equipamento é a consciência de cada um, livrando-se dos focos do mosquito na sua rua, no seu bairro, no seu logradouro. Esta é a força contra a dengue”, disse.

O governador destacou ainda que o papel do Estado é de organizar a mobilização, incentivar, promover os faxinaços, “mas a população também tem que agir para impedir que a Bahia viva uma epidemia, como está acontecendo em outros estados do país”.

A campanha atraiu diversos artistas, como Carlinhos Brown, que aderiu à mobilização através do jingle de mobilização, e Margareth Menezes, que se propôs a participar da iniciativa. “Gosto de participar, porque sei o papel que o artista tem na sociedade. Com a nossa música poderemos atingir muito mais pessoas, pois é melhor prevenir do que remediar”, ressaltou.


gcs/om

2008-04-22

Unicef elogia a Bahia por comitê de combate à dengue

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) elogiou o Governo do Estado da Bahia pela instalação do “Comitê Estadual de Combate à Dengue”. Em correspondência enviada ao governador Jaques Wagner, o coordenador do escritório do Unicef para a Bahia e Sergipe, Ruy Pavan, o cumprimenta “pela assinatura do decreto instalando o comitê”, na última sexta-feira (18).

Pavan reconhece, na correspondência, a importância da mobilização social no combate e prevenção à dengue e oferece o apoio do Unicef às ações do comitê, com destaque aos municípios do semi-árido baiano inscritos no projeto “Selo Unicef Município Aprovado – Edição 2008”.

Sai norma do TSE e Receita sobre contas de campanha de candidatos

Saiu uma norma editada pela Receita Federal e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a inscrição de candidados a cargos eletivos no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

A Instrução Normativa Conjunta 838, assinada pelo secretário da Receita, Jorge Rachid, e pelo diretor geral da Secretaria-Geral do TSE, Athayde Fontoura Filho, prevê a inscrição no CNPJ destinada à abertura de contas bancárias para arrecadação de fundos de campanha e para controle de documentos relativos a captação, movimentação de fundos e gastos de campanha eleitoral.

A instrução normativa também prevê que a Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE enviará a relação dos candidatos e dos comitês financeiros à Receita Federral do Brasil a cada eleição.

O número do CNPJ dos candidatos e dos comitês será divulgado nas páginas da Receita e do TSE na internet, até o dia 31 de dezembro do ano em que foram feitas as inscrições. A instrução normativa entrou em vigor hoje (22).


Daniel Lima
Repórter da Agência Brasil

Prefeitura Municipal de Ibititá Bahia abre licitação para recuperação de estradas

Conforme publicado no Diário Oficial da Bahia, prefeitura Municipal de Ibititá - Bahia, Território de Irecê, divulgou um Aviso de Tomada de Preço Nº 02/08:

Objeto:

Obra de Recuperação de Estradas Vicinais no Município, Tipo: Menor Preço Global, Data: 13/05/2008, às 10:00 horas.

Local: Sede da Prefeitura d e Ibititá/BA.

Informações e aquisição do Edital na Sede da Prefeitura:

Praça Dr. Sidney Dourado Matos, 70, Centro Ibititá – BA. Edésio Micael Szervinsks Mendonça-Presidente da CPL.

Oportunidade para prefeituras da Bahia adquirirem ambulâncias

O Programa de Financiamento de Ambulâncias para Prefeituras (ProSaúdeBahia), lançado no último dia 10 de abril pelo governador Jaques Wagner, já recebeu 146 pedidos de financiamento, num total de 201 ambulâncias solicitadas. Do total, 55 prefeituras enviaram todos os documentos necessários e assinaram a proposta para recebimento dos veículos.

“A tendência é que este número aumente ainda mais, já que muitas prefeituras manifestaram interesse, embora não tenham ainda enviado a documentação necessária. Certamente vamos superar a previsão inicial de financiamentos do programa”, informou o diretor de Operações da Desenbahia, José Ricardo Santos.

O ProSaúdeBahia tem o objetivo de financiar a aquisição de ambulâncias para as prefeituras baianas, de acordo com as especificações técnicas da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). A Desenbahia financia até 100% do veículo, com os pagamentos sendo feitos com recursos do Fundo Municipal de Saúde e/ou receitas do ICMS.

Na aquisição das ambulâncias deverão ser respeitadas as quantidades máximas estabelecidas em função da população do município. Para municípios com população igual ou inferior a 25 mil habitantes, uma ambulância. População entre 25 mil e 50 mil habitantes, até duas. De 50 mil e 100 mil habitantes até três, e municípios com população acima de 100 mil habitantes, até quatro ambulâncias. Os encargos financeiros são a variação da TJLP + 4%, com prazo de pagamento de até 48 meses, incluídos seis meses de carência.

A relação completa dos documentos necessários para o pedido de financiamento pode ser encontrada no site da Desenbahia www.desenbahia.ba.gov.br/credito/formularios.asp. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 0800 285 1626 (ligação gratuita).

Fas/al

A Bahia vai realizar 45 eventos científicos e tecnológicos com apoio da Fapesb

Quarenta e cinco eventos de cunho científico e tecnológico serão realizados na Bahia até o fim do ano, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), que vai investir R$ 400 mil.

Do total apoiado, 25 eventos serão realizados em Salvador e 20, em cidades do interior baiano. O diretor científico da Fapesb, Robert Verhine, afirmou que durante a avaliação dos projetos foi dada atenção especial às atividades realizadas no interior. “Essa postura se insere numa política maior da Fundação de apoiar o desenvolvimento da ciência e da tecnologia em todo o estado, não ficando restrito a capital”.

Em 2008, outros eventos já foram realizados com o apoio da Fapesb. Entre eles, o IV Encontro Nordestino de Etnoecologia e Etnobiologia e o IX Encontro de Biologia da Uefs, que aconteceram no mês de março, em Feira de Santana. De acordo com o coordenador do evento, professor Francisco José Souto, aproximadamente 600 pessoas, entre estudantes e profissionais, participaram dos mini-cursos, palestras, grupos de discussão e mesas redondas.

Para Souto, poder contar com recursos do Governo do Estado foi fundamental para a realização dos encontros. “Sem o recurso que obtivemos junto à Fapesb, teríamos realizado eventos de menor porte e, certamente, de menor qualidade”, acredita.

A relação dos 45 projetos, aprovados no Edital de Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos da Fapesb, está disponível no site www.fapesb.ba.gov.br.


xas/is

2008-04-21

Informações sobre a viagem de Lula à África e sua defesa aos biocombustíveis

Será se os biocombustíveis vai ser mesmo uma boa opção para um mundo onde cada vez mais os alimentos ficam escassos, por conta das secas e pragas nas lavouras?

O presidente Lula acredita que sim.

“A produção de biocombustíveis é uma área em que podemos colaborar muito com os países africanos. O estímulo aos biocombustíveis associa objetivos importantes de políticas públicas: a criação de empregos, a geração de riqueza e a redução de emissões de gases de efeito estufa”, disse, destacando que a África tem sido prioridade da politica externa brasileira desde seu primeiro mandato.

O presidente argumentou a favor, usando a produção de biocombustíveis. De acordo com o presidente, a produção do etanol possibilitou o ingresso de mais de 1 milhão de pessoas no mercado de trabalho. Além disso, acrescentou, o uso de álcool combustível evitou a emissão de 644 milhões de toneladas de CO2 nos últimos 30 anos. “A produção brasileira não envolve subsídios, não ameaça a Região Amazônica e não reduz o volume de alimentos. Estamos dispostos a compartilhar com a África os conhecimentos que adquirimos”, reiterou.

Em Gana, conforme informações da Agência Brasil/Mylena Fiori, já está em andamento projeto para plantio de 27 mil hectares de cana-de-açúcar para produção de 150 milhões de litros de etanol por ano, destinados ao mercado sueco. A iniciativa conjunta, que envolve investimentos do setor privado brasileiro e tem apoio tecnológico da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), também possibilitará a produção de 47 megawatts de eletricidade a partir do bagaço de cana.

No entanto, a produção de biocombustíveis não foi o único caminho proposto por Lula para o desenvolvimento econômico africano. O presidente sugere que a África produza alimentos para suprir o crescimento da demanda interna e mundial, ao lado das demais nações em desenvolvimento. Para isso, pede a abertura dos mercados desenvolvidos e o fim dos subsídios concedidos pelos países ricos aos seus agricultores.

“No caso de muitos países do [Hemisfério] Sul, em particular no continente africano, o setor agrícola tem um papel central. O acesso desimpedido de seus produtos agrícolas aos grandes mercados mundiais é imprescindível para a geração de riqueza e o progresso social. Assim como é, também, a eliminação dos milionários subsídios concedidos pelos países ricos a seus agricultores”, discursou Lula no painel sobre alternativas de desenvolvimento para a África.

2008-04-20

Informações de como fazer um delicioso doce de leite

Ingredientes para o doce de leite

1 litro de leite
1 quilo de açúcar
1 colher(chá) de bicarbonato de sódio

Modo de Preparar

Informações de como fazer um delicioso doce de leite
Misture o leite com o açúcar e leve ao fogo até ferver. Adicione o bicarbonato, abaixe o fogo e deixe ferver brandamente até engrossar, sem parar de mexer, até aparecer o fundo da panela.

Retire do fogo e bata o doce até começar a perder o brilho. Despeje numa pia de mármore ou tabuleiro untados com manteiga e depois de frio, corte em quadradinhos.

Fonte:
Secretaria de Agricultura de Tocantins

Arquivo


Ocorreu um erro neste gadget