2007-06-01

XVII Cantoria de São Gabriel

A cidade de São Gabriel será, mais uma vez, palco de um dos maiores eventos culturais do Brasil. O evento resgata as expressões culturais. A 17ª edição da Cantoria de São Gabriel acontecerá entre os dias 8 e 10 de junho, na Praça Ricarte Pereira, e traz este ano à cidade nomes consagrados, entre eles o cantor e compositor mineiro Vander Lee, Renato Teixeira e Chico Cezar.

A XVII Cantoria de São Gabriel irá reunir atrações nacionais que irão se apresentar com artistas da região. Dentre outros, os músicos Chico César, Renato Teixeira, Grupo Flor de Barriguda, Paulo Gabiru, Cícero Gonçalves, Saulo Laranjeira, Forró Com Marcelo e Gerri, Jessier Quirino, Vander Lee, André Marques, Adriano Botura e Robson Barreto, Matingueiros e Forró Com.

Além da música de alta qualidade, as pessoas que comparecerem terão a oportunidade de assistir apresentações de repentistas, grupos de cultura popular e participar de oficinas (grafitagem, malabares e de instrumentos musicais).

Fernanda Dourado
fmdourado@hotmail.com

2007-05-31

Irecê completa hoje 74 anos de emancipação política

Hoje, dia 31 de maio de 2007, é o aniversário de Irecê. O município está completando 74 anos de independência político-administrativa de Morro do Chapéu.

Eis um pouco da história da independência de Irecê:

Nos anos 20, perdido no sertão da Bahia, encontrava-se um arraial denominado Caraíbas. Suas casas, que podiam ser contadas a dedo, encontravam-se separadas por um carreiro por onde transitavam porcos, jegues, gado e pessoas em busca das cacimbas de água salgada.

Em 2/08/1926, por força da lei 1896, este arraial foi transformado em município, mas sua sede, em vez de ser elevada a categoria de cidade foi elevada à categoria de vila. Então, o arraial de Caraíbas passou para a denominação de Vila de Irecê, conforme consta no artigo 1º da referida lei:

“Fica erecto em Villa o arraial de Carahybas, no município de Morro do Chapéu, com a denominação de Villa de Irecê, que será sede do Município e termo desse nome, creados por esta lei.”

O termo arraial, condição de Caraíbas antes de 2/08/1926, significa a “forma mais primitiva de ajuntamento humano administrativamente reconhecido”.
Vila, condição dada a Caraíbas pela lei 1896 significa, segundo o dicionário Aurélio,
“povoação de categoria superior à de aldeia ou arraial e inferior à de cidade”.

Naquela época, elevava-se a categoria de cidade as sedes de municípios que tinham um número predeterminado de habitantes e recursos próprios para sustentação. Como o arraial de Caraíbas não preenchia estes requisitos, foi transformado em município e sua sede em Vila.

Acontece que em 8/07/1931, por força do Decreto Lei Estadual 7.479, o município de Irecê foi extinto, desaparecendo porque não preenchia os requisitos necessários para ser município. E assim:

Até o dia 30 de maio de 1933, Irecê não tinha prefeitura, tinha subprefeitura; Irecê não tinha prefeito, tinha subprefeito; Irecê não era município, era Vila de Morro do Chapéu.

Comemora-se o aniversário de Irecê no dia 31 de maio por estes motivos:

1) Porque Irecê voltou a ser município nesta data, sendo restabelecido pelo Decreto Lei Estadual 8.452;

2) Porque o município foi INSTALADO, conforme autorização do Decreto Lei Estadual de nº. 8.456;

3) Porque aconteceu a DEFINITIVA emancipação político-administrativa de Irecê, posto que o restabelecimento, em 31 de maio, fez o município renascer de uma subprefeitura. Só para facilitar o entendimento, vamos comparar a subprefeitura com uma colônia. Ao passar para condição de prefeitura, Irecê estaria deste modo se emancipando;

4) Porque a sede do município que era denominada de “Vila de Irecê” (Lei 1896, de 2/08/26) passou a ser denominada de Irecê (Decreto Lei Estadual 8.452, de 31/05/33);

5) Porque Irecê teve seu primeiro prefeito, ainda que nomeado, o professor Faustiniano Lopes Ribeiro, a partir de 31 de maio de 1933. A posse ocorreu no dia 9 de julho daquele ano, acontecendo também a INSTALAÇÃO do município;

6) Porque o PRIMEIRO ORÇAMENTO MUNICIPAL DE IRECÊ, no valor de trinta contos de reis, foi feito em 1 /12/1933, para o ano de 1934.


O Brasileirinho

Arquivo


Teste sua Memória